Buscar

Time de Fábrica - filmagens iniciam na próxima semana


Iniciaremos a gravação do nosso documentário Time de Fábrica na próxima segunda-feira, dia 25 de fevereiro, após 3 semanas de pré-produção.


Parte inativa da Fábrica de Tecidos Carlos Renaux em Brusque/SC. Foto Betina Azevedo


Durante a pré-produção do Time de Fábrica, o diretor Sérgio Azevedo, o assistente de direção Ricardo Weschenfelder e a produtora executiva Betina Azevedo, visitaram o Museu Histórico do Vale do Itajaí Mirim Casa de Brusque em busca e matérias de jornais de 1958. Também visitaram o parque fabril da Fábrica de Tecidos Carlos Renaux, na Avenida Primeiro de Maio, onde faremos gravações na próxima semana.




Sobre o Filme


O documentário “Time de Fábrica” conta a história do amistoso entre Clube Atlético Carlos Renaux e o Botafogo de Futebol e Regatas, que terminou com o incrível placar de 5x5. Foi no ano de 1958, um jogo amistoso no estádio Augusto Bauer, o Gigantinho, que a cidade de Brusque viu o Carlos Renaux estar à frente do placar por 4 a 1 no primeiro tempo de jogo, contra um time que tinha no seu plantel nada menos que os jogadores Garrincha, Nilton Santos e Didi, campeões mundiais com a Seleção Brasileira na Suécia três meses mais tarde. Mas do lado do time catarinense também havia nomes como: Julio Camargo, Esnel (que jogou na seleção brasileira), Petrusky e Teixeirinha, que estavam dando um show de bola no até então favorito time carioca. No início do segundo tempo o time catarinense ampliou o placar com mais um gol, Carlos Renaux 5, Botafogo 1. Foi então que uma reação inesperada aos 20 minutos do segundo tempo surpreendeu o público presente no estádio. Após o treinador do Botafogo, João Saldanha gritar aos jogadores - “Vamos perder para um Time de Fábrica?”, os botafoguenses reagiram e o jogo terminou no “improvável” placar de 5x5. O time do interior catarinense acabara de empatar e marcar cinco gols no Botafogo que havia sido campeão carioca no ano anterior (1957) e tinha craques da seleção brasileira. Mesmo com a vitória escapando do Carlos Renaux, o resultado foi motivo de muita festa para os torcedores brusquenses. O “Time da Fábrica” entrava para a histórica do futebol catarinense, como personagem de uma das partidas mais bonitas e emocionantes já jogadas por aqui, em solos catarinenses.


Clube Atlético Carlos Renaux x Botafogo, 30 de março de 1958. Foto Acervo Erico Zendron

46 visualizações
  • Vimeo - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza

Brusque - SC | Mampituba - RS